Por que meu site não aparece na primeira página das buscas do Google?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Entenda como funcionam os mecanismos de busca do Google e alcance boas posições para seu site nos rankings!

Você tem um site e ele não aparece nas buscas do Google? Você digita algumas palavras no seu navegador e surgem vários sites semelhantes ao seu, mas ele mesmo que é bom nada? 

Não se preocupe! Você não está sozinho nesta! A internet é um espaço complexo e o funcionamento do Google também é.

Mas não há nenhum segredo obscuro por trás daqueles sites de sucesso: seus donos apenas entendem como o algoritmo do Google trabalha para fazer o rankeamento de páginas, e fazem bom uso das ferramentas necessárias para ter uma boa posição nas buscas!

Como estamos falando sobre um sistema complexo que integra vários fatores, é bom que você tenha uma noção básica da terminologia usada para descrever o funcionamento da rede.

Conhecendo o significado de alguns termos-chave, com o perdão do trocadilho, vai achar mais simples entender porque seu site não está aparecendo nas buscas do Google.

Se você já está pode dentro dos principais significados, então agora se atente para as dicas a seguir! Faremos um breve apanhado do que é necessário entender para colocar seu site em boas posições nos mecanismos de busca.

Primeiramente, você deve se atentar para a idade do seu site.

Se você apenas acabou de criar um, então é possível que ele ainda não tenha sido detectado pelos mecanismos de busca orgânica que, como vimos, conta com diversos fatores.

Um deles é a posição que seu site ocupa no Pagerank, por exemplo, que se trata de um dispositivo para avaliar a relevância do seu site em comparação a outros semelhantes.

Então, se você acabou de colocar seu site no ar e ele ainda não apareceu de forma orgânica, é porque realmente leva um tempo até que ele seja encontrado e avaliado pelos próprios mecanismos de busca. 

Saiba a importância das palavras-chave.

Há quem diga que atualmente elas já não tem tanta relevância e o que conta mesmo é o conteúdo, que deve ser de qualidade, único, diferenciado.

De fato, o Google já ficou esperto o bastante para detectar sinônimos, de maneira que um site que tem um conteúdo ruim mas repete exaustivamente as palavras-chave, hoje, já não sai na frente apenas por isso. 

Contudo, elas ainda são importantes e tem grande peso no momento da busca, pois são a ponte entre o que as pessoas estão procurando e o que você e seu site tema oferecer a elas.

As palavras-chave que você utilizar vão determinar o tipo de tráfego que seu site vai ter, se orgânico ou não. E, acredite, quanto mais tráfego orgânico seu site tiver, melhor!

As palavras-chave são importantes tanto no que diz respeito ao seu público quanto ao seu conteúdo. É possível que você descreva aquilo que tem a oferecer de forma distinta da que as pessoas estão descrevendo aquilo que querem buscar. 

Por isso, para atrair o maior tráfego possível ao seu site e ter uma posição orgânica boa no rankeamento de sites, seu conteúdo deve se comunicar bem com seu público alvo.

Assim, é importante saber a linguagem que as pessoas estão utilizando e o tipo de conteúdo que elas buscam. 

Uma ótima ferramente para te ajudar a trabalhar com as palavras-chave é o Google Trends. 

Os headings também ajudam seu site a aparecer nos mecanismos de busca do Google!

Headings, também conhecidos como cabeçalhos ou títulos, são importantes, pois os mecanismos de busca do Google os reconhecem de forma específica se feitos através das ferramentas H1, H2, H3.

São opções de títulos e subtítulos que, dentro dos códigos de programação, aparecem de forma destacada, o que não ocorre quando você apenas aumenta o tamanho da sua fonte e a coloca em negrito ou destaca de alguma forma.

Desta maneira, ao inserir suas palavras-chave nos seus headings você estará utilizando sabiamente um artifício para evidenciar seu site nas buscas do Google. 

Ferramentas para quem quer impulsionar seu site e colocá-lo em boas posições de rankeamento:

Se seu site tem um bom conteúdo, uma usabilidade boa, está com todos os certificados ativos e operantes, mas não está aparecendo nas buscas do google, talvez você queira dar um empurrãozinho. Vamos listar algumas facilidades que o Google oferece para tanto: 

Google Search Console 

Vai te ajudar a aumentar a visibilidade do seu site e vai garantir que o Google o encontre. Através deste recurso, você recebe alertas de erros ou problemas sérios no seu site, testa se o Google consegue encontrar seu conteúdo, mostra quantas vezes seu site aparece nas pesquisas do Google…

Google Adwords

Este é um mecanismo de busca não orgânica, que vai posicionar seu site no ranking de acordo com o investimento financeiro que você fizer para isso.

Google Analytics

Serve para fazer um relatório que vai te ajudar a entender a audiência do seu site, tornando mais fácil, assim, detectar as necessidades e interesses do seu público. Esta ferramenta é gratuita e pode ser instalada em qualquer site ou blog. 

Redes Sociais são ótimas opções para não depender apenas de Google! 

Você já deve ter reparado que, enquanto utiliza suas redes como Facebook e Instagram, por exemplo, muitos anúncios surgem para você e, quase sempre, estão diretamente relacionados com o que você pesquisou no seu navegador. 

Isto ocorre porque alguém está pagando para que estes anúncios cheguem até você. Contudo, você pode utilizar as redes sociais para fazer, a partir delas, contato com seu público e se aproximar dele.

Isto tem se tornado cada vez mais comum, e muitas empresas contratam o profissional chamado Social Media para administrar essas redes sociais e interagir com um potencial público, gerando assim, trafego para seu site ou blog. 

E o que o algoritmo tem a ver com tudo isso?

A partir de tudo que você leu aqui, já deu para entender que de alguma forma, todas as informações a respeito do seu site são captadas e analisadas para que ele tenha um posicionamento nas primeiras páginas das buscas no Google, certo?

Esta análise só pode ser feita porque o algoritmo do Google trabalha incessantemente sob um conjunto de critérios. A partir destes critérios, o algoritmo vai selecionar os sites  e classificar, segundo suas instruções, a relevância de cada site para cada pesquisa. 

Desde 1998, quando o algoritmo do Google passou pela primeira modificação, muitas outras foram feitas, e essas mudanças continuam a acontecer.

É assim que o Google moderniza suas buscas, tornando-as cada vez mais inteligentes, como no que diz respeito à palavras-chave e seus sinônimos, por exemplo, dentre outros aperfeiçoamentos que ocorrem a cada otimização do algoritmo. 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Veja mais

Pensamos diferente para fazer diferente,

A Bitsites é uma empresa com 10 anos de existência, em desenvolvimento de Websites e aplicações para internet. Temos nossos clientes como parceiros e acreditamos que com conhecimento, inovação e criatividade podemos agregar valor e auxiliar nossos parceiros em seu crescimento no meio digital.

Fique por dentro

Não perca nenhuma novidade do Blog!

Assine nosso blog e receba novos posts
diretamente em seu e-mail.

Também não gosto de SPAM e prometo manter o teu endereço de e-mail seguro.

Tem certeza que já vai?

Deixe seu contato e ganhe o primeiro mês de manutenção em seu site.

NÃO TENHO INTERESSE. OBRIGADO!